quinta-feira, 18 de outubro de 2012

O SIGNIFICADO DA CRUZ DE CRISTO


Qual é o significado da cruz de Jesus? Para muitos, ela é o símbolo do cristianismo, para outros era um tipo de execução empregado pelos romanos.  E Para você? O que realmente a cruz de Jesus significa?  Afinal, a cruz esta gravado nos mantos clericais, na frente e nas costas, a maioria das igrejas exibem sua cruz, quer seja ela de madeira, bronze, concreto ou cobre, outros usam a cruz como pingente, apenas uma joia para adornar o pescoço.
      O símbolo da cruz esta no mundo todo. Para o apostolo Paulo a cruz tinha uma importância fundamental, ele escreve para a igreja de Corinto: “Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado” (1 Coríntios 2: 2).
     Para os coríntios, a mensagem da cruz de Jesus era uma pedra de tropeço para os judeus, e uma idiotice para os filósofos gregos. Alias, Os gregos acreditam que podiam decifrar todos os mistérios divinos, pois tinham excesso de confiança em sua capacidade mental, mas diante da cruz, acharam apenas loucura. “Mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, e loucura para os gregos” (1 Coríntios 1: 23).
     Não somo salvos por nos negar- mos e levarmos a nossa própria cruz. Somos salvos pelo poder redentor da morte expiatória de Jesus Cristo, como o ladrão que se voltou para o Senhor enquanto morria na cruz a Seu lado. A cruz de Jesus consiste em duas traves, uma vertical e outra horizontal ela é como um traço, o sinal usado para a subtração. Portanto! Nascemos com um menos, um déficit, um vazio. Estava faltando algo em nossa vidas, mas as pessoas não sabem o que é. A Bíblia descreve este deficit. “pois todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3: 23).
     Infelizmente o homem natural não consegue entender as coisas de Deus. Pois, o pecado distorceu nosso entendimento de uma forma tal, que não podemos reconhecer a verdade acerca de Deus.  “Hora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, pois lhe parecem loucura, e não pode entendê- las, porque elas se discernem espiritualmente” (1 Coríntios 2: 14). É por esse motivo que, muitos não conseguem ver que esta faltando algo fundamental em suas vidas, vivem com um vazio existencial, um menos em suas vidas (a trave horizontal), Muitos tentam preencher este déficit com sexo, drogas, dinheiro, bens materiais, religiosidade, roubo, morte e todo tipo de obras da carne. “Pois a palavra da cruz é loucura para os que perecem, mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus” (1 Coríntios 1: 18).
     A cruz é o ponto central da vida e ministério de Jesus Cristo. Alguns pensam que Deus não queria que Cristo morresse, mas foi forçado a modificar seus planos para que a cruz se encaixasse neles. As Escrituras, porém, nos ensinam claramente que a cruz não foi uma solução de ultima hora para Deus. Jesus foi “entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus” (Atos 2: 23).
     Jesus veio. Fora de Jerusalém, numa colina, um madeiro vertical foi erguido, que cruzava com o nosso sinal menos. Jesus ficou ali pendurado e assim transformou o nosso menos num mais. Os romanos pensavam que a cruz era apenas um instrumento de execução, os judeus enxergavam nela um simbolo de escândalo, para os gregos era um sinal de loucura, mas para nós, foi o sinal positivo de Deus em favor da humanidade: “A lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e pela cruz reconciliar ambos com Deus em um só corpo, matando com ela a inimizade” (Efésios 2: 15- 16).
    A cruz revelou um segredo eterno. Isso era o “Mistério guardado em silêncio nos tempos eternos e que agora se tornou manifesto” (Romanos 16: 26, 26). 
   Satanás foi frustrado por Deus, e caiu em sua própria armadilha. Ele não compreendera que Deus amava o mundo tão intensamente, que era capaz de deixar seu próprio Filho submeter- se à pior coisa que Satanás podia fazer. O inimigo errou no calculo. Ele não entendia a grandeza do amor divino, e a inteligência de seu plano. “Havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, tirou- o do meio de nós, cravando- o na cruz. E, tendo despojado os principados e as potestades, os expôs publicamente ao desprezo, e deles triunfou na cruz” (Colossenses 2: 14- 15).
     Que golpe foi aplicado a Satanás! Note que, jamais houve “festa no inferno” como alguns pregam por ai. Na realidade, foi a maior derrota de satanás. Embora ele ainda seja um pretensioso cheio de artimanha, sua destruição já foi efetuada pela vitória de Jesus Cristo na cruz. “Para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo” (Hebreus 2: 14).
      Agora aquele sinal negativo (trave horizontal), que separava o homem de Deus havia sido mudado. A cruz transforma- se em mais do que um mais... Agora ela é na verdade um sinal de multiplicação! “Respondeu Jesus: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmão, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já no presente, em casas, irmãos irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições, e no mundo por vir a vida eterna” (Marcos 10: 29- 30).
     Através da cruz, Deus não apenas superou a Satanás, mas também reuniu novamente o homem a si mesmo. Jesus Cristo resgatou os escravos que Satanás mantivera cativos, e reconcilio- os consigo mesmo. Que Plano divino! É maravilhoso ver o que a cruz de Cristo nos revelou: “Mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, outrora oculta, a qual Deus preordenou desde a eternidade para a nossa glória; sabedoria esta que nenhum dos poderosos deste século conheceu; por que, se a tivesse conhecido, jamais teriam crucificado o Senhor da glória” (1 Coríntios 2: 2- 8).
     Não somo mais, um sinal de menos (trave horizontal), pois, Jesus Cristo se fez muito mais (trave vertical), para que, nos tivéssemos o sinal da multiplicado: “... eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância” (João 10: 10b).
     Quando entendemos a cruz de Cristo, passamos a pregar o seu Evangelho glorioso. Jesus Cristo usou a cruz como púlpito, para pregar a maior mensagem de amor para o homem afastado de Deus. Lembre-se! Jesus Cristo transforma a perda em ganho, as cifras em números, os negativos em positivos, à noite em dia, o ódio em amor, à escravidão em liberdade, o fracasso em sucesso, a doença em saúde, a fraqueza em força, o - em +. “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. Mas Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;  para que ninguém se glorie perante ele” (1 Coríntios 1: 27- 29).
      O que a cruz de Cristo significa para você? “Mas a morte de Cristo foge da compreensão humana”. Você pode argumentar! Sim! A profundidade do amor de Deus, ao enviar seu Filho para pagar um preço tão terrível, ultrapassa a capacidade da mente humana. Mas temos que aceitá- lo pela fé, senão continuaremos a carregar os fardos da culpa. Sendo um menos, um deficit. 
    Amigo! Temos que aceitar a expiação que Cristo realizou para concretizar a nossa própria expiação, pois isso é algo que nunca poderemos fazer. A salvação é por intermédio de Jesus Cristo somente, pela fé somente, e para a glória de Deus somente. “Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a própria vida pelos seus amigos” (João 15: 13). Lembre- se! Jesus Cristo levou o castigo que era nosso. O que a cruz de Cristo significa para você? Pastor Elias Fortes.
     
  

Um comentário:

  1. A Paz de Cristo Jesus!

    Conheci seu blog em visita a um outro, e resolvi conhecer seu espaço de perto.
    Gostei muito de sua maneira simples, porém objetiva de publicar suas mensagens, trazendo edificação ao Corpo de Cristo e leitores em geral, esclarecimentos.

    Convido a visitar o meu cantinho, a propósito, se ainda não estiver seguindo o meu blog, deixo aqui o convite. Retribuirei o gesto com todo amor cristão.

    Afetuosamente,

    ***Lucy***

    P.S. Visite também:
    http://discipulodecristo7.blogspot.com/

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu exemplo de fé, amor e dedicação a obra do Senhor. Catarina Santos Fortes.

Meu exemplo de fé, amor e dedicação a obra do Senhor. Catarina Santos Fortes.
"Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos". (Salmos 116: 15). Precioso em hebraico significa "valioso, necessário". Significa que Deus precisa deles. Suas mortes são necessárias aos eternos propósitos. Paulo declarou ousadamente: "... será Cristo engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte... estais firmes... e que em nada estais intimidados pelos adversários. Pois o que é para eles a prova evidente de perdição, é, para vós outros, de salvação". (Filipenses 1: 20b, 27, 28). Segundo o apóstolo Paulo, o sofrimento e a morte, sinais de desgraça aos olhos do mundo, são para os crentes libertação. "A memória do justo é abençoada, mas o nome dos ímpios apodrecerá". (Provérbios 10: 7).

Google+ Badge