LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

VIOLÊNCIA


Em dois anos, o Brasil passou a ter cinco cidades a mais na lista das 50 mais violentas do mundo, divulgada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal nesta segunda-feira (25). O país aparece agora com 21 cidades na lista. Cidades mais violentas no Brasil*:
12º Fortaleza - 60,77
13º Natal – 60,66
14º Salvador (e Região Metropolitana) – 60,63
16º João Pessoa – 58,40
18º Maceió – 55,63
21º São Luis
 – 53,05
22º Cuiabá
 – 48,52
23º Manaus 
– 47,87
26 Belém
 – 45,83
27º Feira de Santana (BA) – 45,50
29º Goiânia
 (e Aparecida de Goiânia) – 43,38
30º Teresina – 42,64
31º Vitória
 – 41,99
36º Vitória da Conquista (BA) – 38,46
37º Recife
 – 38,12
38º Aracaju
 – 37,70
39º Campos dos Goytacazes (RJ
) – 36,16
40º Campina Grande (PB) – 36,04
43  Porto Alegre
 – 34,73
44º Curitiba
 – 34,71
48º Macapá
 – 30,25
*taxa por cada 100 mil habitantes.
     A palavra que mais se ouve em nossos dias é "violência". O caos esta a solta. Milhares de vidas não conseguem assistir telejornais, ou ler o jornal do dia seguinte pelo pavor das noticias ali descritas. A violência chegou ao seu ápice, e a tendência é piorar.
    Diante desse caos todo, há outros tipos de violência que a maioria dos cristãos está ignorando, e essa violência esta no mesmo nível das demais. Afinal. Violência é violência! Em hebraico, a palavra violência significa: "atos maldosos, maltratos, imaginações danosas, crueldade."
    Gênesis nos diz que quanto mais o homem se multiplicava sobre a terra, mais violento ele se tornava: "A terra estava corrompida à vista de Deus e cheia de violência. Viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque todo ser vivente havia corrompido o seu caminho na terra". (Gênesis. 6: 11-12).
     Então Deus disse a Noé: "Resolvi dar cabo de toda carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que os farei perecer juntamente com a terra" (Gênesis 6: 13).
     Deus determinou que a terra fosse destruída porque toda a humanidade havia se tornado violenta! Ele instruiu o Seu profeta Noé para que ele construísse uma arca, para que pudesse escapar da ira vindoura.
Pense nisto: Mesmo com toda a violência que estamos presenciando em nosso país. E de todas as manchetes horríveis que temos visto. Deus ainda não fez com a nossa geração, aquilo que Ele fez com a geração de Noé! Imagino que tipo de violência estaria ocorrendo no tempo de Noé, que levou Deus a dizer: "Não posso mais tolerar isto. Entristeço-me por haver criado o homem!"
Será que todo mundo carregava uma espada? Seria como Sodoma, onde bandos de homossexuais vagavam pelas ruas e estupravam os que chegavam à cidade? Seria uma época de guerras sangrentas e de tensões étnicas? Podem ter ocorrido algumas destas formas de violência. Mas deveria haver outras além de assassinato, derramamento de sangue e perversões. Jesus Cristo nos alertou sobre outros tipos de violência. "... comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca" (Mateus  24:38).
     Jesus nos adverte que as pessoas faziam compras nos mercados. Os casais ficavam noivos e se casavam. Construíam casas, criavam suas famílias. Divertiam-se. Não há nenhuma menção quanto a derramamento de sangue. Porque essas pessoas eram violentas então? Que tipo de violência que entristeceu Deus?
     Tente imaginar o que aconteceria com Noé se ele tentasse construir uma arca em nosso país? Haveria saques nas ferramentas, nas cordas. A madeira seria roubada e vendida clandestinamente. Os animais vendidos no mercado negro. A obra seria embarcada por governantes gananciosos. Quantos anos levariam essa obra para ser concluída?
     Note que nos dias de Noé, não há sinal de ladrões, assaltantes ou gangues que tentassem saquear ou queimar a arca. Ninguém carregou seus animais ou roubou o seu feno. Ninguém pintou grafite nas laterais da arca. Em vez disto, as Escrituras dizem por 120 anos ele andou de um lado para o outro, juntando todos os seus animais em segurança. Ele podia se alimentar, ir assistir aos casamentos, pregar, sem nunca correr perigo.
     No tempo de Noé as pessoas não eram tão violentas como em nossos dias, o que acontecia nos dias de Noé era um outro tipo de violência. Aquela sociedade era muito ordeira e as pessoas podiam continuar vivendo as suas vidas sem nenhum problema. Tinha de existir uma forma diferente de violência. Uma violência que comprometia as pessoas comuns e que ocupava as suas atividades diárias! "Viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração" (Gênesis 6:5).
     Havia uma violência mental! Toda criatividade da mente das pessoas era corrupta! Como diz todo viciado em drogas, o hábito está na mente. E algo estava acontecendo com a mente de toda aquela corrupta sociedade nos dias de Noé!
     Uma geração inteira tinha a imaginação danosa. Todo o derramamento de sangue, todos os crimes, estupros, etc, que ocorreram naqueles dias, foram frutos de uma raiz de violência existente nos corações e nas mentes das pessoas! A sociedade inteira, cada homem, cada mulher, cada pessoa, estava nas garras de formas mentais de violência!
    Deus condena toda a violência existente nos pensamentos e nos intentos do coração: "... antes, no íntimo engendrais iniqüidades e distribuis na terra a violência de vossas mãos" (Salmo 58:2). E aquilo que Deus viu que estava ocorrendo na mente das pessoas no tempo de Noé era tão sério para Ele, que,
"... então, se arrependeu o Senhor de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração" (Gênesis 6: 6).
Dentro da estrutura da definição que Deus possui de violência aquela violência possuía e regia o coração daquelas pessoas. Muitos dos que estão lendo esta mensagem nesse instante podem ser pessoas violentas! Isto mesmo: muitos cristãos são culpados por aquele tipo de violência pelo qual Deus destruiu o mundo!
Pode-se responder: "Mas eu jamais agredi a ninguém! Jamais sequer contemplei a idéia de molestar a outrem. Sou uma pessoa dócil, amante da paz. Posso ter meus problemas, mas a violência não é um deles!"
Tudo isso pode ser a verdade em relação a você. Mas mesmo assim, você pode ser uma pessoa violenta do ponto de vista mental! Desejo lhe mostrar dentro da Palavra de Deus do que se trata a violência mental. E espero que você compreenda porque Deus detesta tanto este tipo de violência:
A um tipo de violência mental que a maioria que é contaminada por ele não vai admitir. A violência mental de se guardar rancor. Aos olhos de Deus, guardar rancor contra alguém constitui ódio absoluto. Isto inclui pensar o mal, verbalizar isto ou de alguma maneira causar angústia a quem se menospreza.
Davi diz: "Despedaça, Senhor, e divide as suas línguas, pois tenho visto violência e contenda na cidade" (Salmos 55: 9). A seguir Davi descreve a violência da qual da qual foi vítima: "... o clamor do inimigo... opressão do ímpio... pois lançam sobre mim iniqüidade, e com furor me aborrecem" (Salmos 55: 3). A versão em inglês King James da Bíblia traduz assim esta última parte: "... com ira me odeiam."
Rancor é qualquer inveja ou mal querer em relação à outra pessoa. Ora, Davi foi abençoado em todos os aspectos, financeiro, físico e espiritual. E isto causou inveja por todos os lados! A inveja era tão forte, na verdade, que o rancor chegou ao extremo. Davi disse: "O meu coração está dorido dentro de mim, e terrores da morte sobre mim caíram. Temor e tremor me sobrevêm, e o horror me cobriu" (Salmos 55: 4-5).
Veja bem: não havia nenhum punhal enterrado nas costas de Davi. Nenhuma quadrilha de malfeitores estava tentando assaltá-lo, matá-lo ou feri-lo. No entanto, ele estava tremendo arrepiado, abalado da cabeça aos pés. Por quê? Porque o seu irmão conservava um odioso rancor contra ele! Para piorar as coisas, esta pessoa não era inimiga de Davi. Era um amigo! "... homem meu igual, meu guia e meu íntimo amigo" (Salmos 55: 13). Davi dizia: "Eis alguém que me conhece, que viu a mão de Deus sobre mim. E mesmo assim, guarda rancor contra mim!"
     O tipo de assassinato que Davi descreve aqui é o "assassinato mental". É o tipo que ocorre entre esposo e esposa, entre você e os seus companheiros de trabalho. É uma causa terrível das brigas familiares, filhos que guardam rancor contra seus pais, pais que não perdoam os filhos. Este tipo de mal querer vai sendo elaborado no interior das pessoas, enquanto as devora, até que finalmente controla suas vidas por inteiro. Note que a multidão de assassinos é maior do que imaginávamos. É fácil criticar o assassino cruel, mas será que somos capazes de assumir esse mal em nossas vidas? "Todo aquele que odeia a seu irmão é assassino; ora, vós sabeis que todo assassino não tem a vida eterna permanente em si" (I João 3:15).
    Quando você estiver diante do Trono do Julgamento, Deus lhe julgará em igualdade com todos os assassinos e criminosos da terra. De acordo com a Sua Palavra, assassinato é assassinato! Pensamos: "Deus não pode mais tolerar isto!". Mas o Senhor Se concentra mais no que está acontecendo dentro dos corações dos muitos milhões, inclusive muitos cristãos, os quais carregam assassinato em seus corações todos os dias!
A Bíblia é clara neste assunto. Você pode frequentar a igreja fielmente, dar os dízimos e ser bom para com todos. Você pode se abster do uso de drogas, de álcool e da promiscuidade sexual. Mas será que você tem uma mãe ou pai que não consegue perdoar? Será que alguém praticou um terrível mal contra você,  alguém a quem você nunca perdoou? Se você guarda odioso rancor contra alguém, então você é um assassino aos olhos de Deus! E para você não há nenhuma chance de ganhar o céu!
    Há outro tipo de violência ao qual a Bíblia chama "Aliciamento", que esta destruindo milhares de vidas. Pois, a maior parte do nosso cristianismo vem de músicos e não da Bíblia, por causa disso muitos estão perecendo espiritualmente. "O homem violento alicia o seu companheiro e guia-o por um caminho que não é bom" (Pv. 16: 29).
O termo "alicia" aqui significa "induzir ou seduzir alguém a um ato mal." Deus diz que você é uma pessoa violenta caso você induza ou persuada alguém a praticar o mal! A maioria desses “louvores modernos” não passam de ópio gospel, transformando servos em fãs. Estão aliciando uma geração para a carnalidade, afastando- os da Palavra de Deus
    Você já pensou: quantos esposos creram na mensagem de Noé a respeito do julgamento vindouro? Talvez tenha havido um que tenha reconhecido a verdade. O seu coração foi aquecido, e quase foi persuadido pela pregação de Noé. Mas então ele foi para o seu lar, junto a uma esposa do tipo Jezabel, e esta zombou dele e o arrastou para o pecado para eliminar essa sua crença!
Quantas esposas ouviram Noé pregando sobre a justiça, e quase se convenceram? Talvez Noé tenha orado com uma delas. Mas um esposo maníaco pelo prazer infernizou a vida dela, ameaçando mandá-la embora! Por isso a Bíblia não aceita e condena o julgo desigual. “Não vós prendais a um jugo desigual com os infiéis. Pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?”. (2 Coríntios 6: 14). Quantos cristãos estão namorando incrédulos, na desculpa que irão leva- los para Cristo? Isso é uma violência! Podemos orar somente mediante a Palavra de Deus.
   De acordo com Provérbios, pessoa violenta é aquela que "desencaminha os outros, para um caminho que não é bom." Deixe-me lhe dizer: a próxima vez que você vir uma mulher andando pela rua seminua, exibindo o seu corpo pomposamente na frente dos homens, dê a isso o mesmo nome que Deus dá: violência! Ela está levando os homens para o inferno, mesmo que eles jamais as toquem!
Jesus disse: "... qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela" (Mateus 5: 28).
E o apóstolo Paulo acrescenta:
"... Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros... herdarão o reino de Deus" (I Cor. 6:9-10).
Aqui está um aviso para todas as mulheres cristãs: ao se vestir para sair, não permita que isto se torne um ato de violência! Muitas dizem “Se Deus se importasse com a minha roupa teria me dado um guarda roupa não uma alma, Deus conhece o meu coração!”.  Deus conhece o coração do homem e sabe que tipo de fruto ele esta produzindo. “As obras da carne são conhecidas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia...” (Gálatas 5: 19- 21). Que Deus guarde qualquer mulher cristã que saia de casa vestida de modo sedutor (sensualidade exagerada). Ela deve responder por cada homem a quem leva ao adultério, devido aos olhares deles!
A maior das violências que veio contra Israel aconteceu sem derramamento de nenhuma gota de sangue. Nem uma flecha foi lançada; nenhum israelita foi morto ou roubado. No lugar disto, os midianitas usaram as suas mulheres para seduzir os homens de Israel! Eles puseram todas as mulheres bonitas do seu povo do lado de fora do acampamento, para atrair os israelitas!
Como era seguro se esperar, os israelitas curiosos se esgueiraram para fora, para observar as dançarinas que adoravam ídolos, vestidas com pouca roupa. E a fornicação rompeu por todos os lados! Mulheres sedutoras desviaram aqueles homens, e Israel foi levado à vergonha nas mãos dos midianitas. A Bíblia diz que Deus enxergou isso como sendo uma tamanha violência, que Ele destruiu muitas destas mulheres midianitas com uma peste!
É claro, nem todos os que seduzem são mulheres. Há um igual número de homens violentos andando por aí, desviando as mulheres de seu caminho! Tais homens que proferem mentiras, dirão qualquer coisa para conseguir cair nas graças de uma mulher solitária. E após terem feito a sua "conquista", irão se gabar a respeito disto!
Tais homens são semelhantes a Amnon, filho de Davi. Amnon ficou "cego de amor" por sua meia-irmã, Tamar. Ele não conseguia se alimentar e nem dormir por causa da cobiça que tinha por ela. Finalmente, Amnon persuadiu um amigo a dizer a ela que estava doente, para que ela pudesse vir e cuidar dele. Ao se achegar ao seu quarto, Amnon lançou-se sobre ela e a forçou. Após haver completado a sua conquista, o seu coração demoníaco foi exposto:
"Depois, Amnom sentiu por ela grande aversão, e maior era a aversão que sentiu por ela que o amor que ele lhe votara. Disse-lhe Amnom: Levanta-te, vai-te embora" (2 Sam. 13: 15).
Ele fez com que Tamar fosse fisicamente jogada para fora da casa dele!
Há homens hoje em dia que dizem o seguinte ás mulheres cristãs: "Você é a única! Temos algo espiritual em comum. Somos almas gêmeas. Isto vem de Deus!". Mas eles também dizem isso para uma dúzia de outras mulheres! Desejam ser conhecidos como sendo os homens mais espirituais da igreja, tudo porque desejam um corpo da mulher!
Teria sido isto que Deus viu nos tempos de Noé? Estariam as pessoas representando os seus papéis em jogos de sedução, sem nenhum compromisso em relação aos votos matrimoniais? Estaria cada um corrompendo o seu próximo, disseminando doenças, justificando as suas próprias lascívias à custa dos outros? Tudo é violência!
"Viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração" (Genesis. 6: 5).
Se você é um homem ou uma mulher cristã que está pedindo a Deus um companheiro (a), é melhor que gaste muito tempo de joelhos, buscando-O! Não julgue um homem ou uma mulher por sua aparência externa; peça que Deus lhe mostre que tipo de coração ele possui. O Senhor irá expor qualquer tipo de mal!
      Outro tipo de violência que mais ofende profundamente a Deus é as pedras de tropeço. "Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar" (Mat. 18: 6).
Você já ouviu falar que a Máfia faz desaparecer um inimigo amarrando blocos de concreto aos seus pés e lançando-o em um rio. Amado, Jesus está dizendo que isto é exatamente o que merecem aqueles que roubam a fé que as crianças têm em Cristo!
     O que foi que Jesus viu que estava ocorrendo nos dias de Noé? Ele viu centenas de crianças inocentes que amavam o velho pregador barbudo! Elas adoravam brincar com os bichos dele, e amavam aquilo que ele pregava. Estes meninos devem ter perguntado aos seus pais qual a razão de ninguém obedecer ao que Noé dizia. Mas os seus pais zombaram de Noé! Disseram: "Não cheguem perto daquele velho outra vez!".
Quantas crianças no tempo de Noé tiveram roubadas todas as suas oportunidades de salvação? Os seus pais esgotaram a sua fé através do ridículo, da vergonha e de comentários irônicos. Com o tempo, os corações daquelas crianças também se endureceram, e ao chegar à adolescência elas também riram do velho e de sua arca!
Aqueles jovens morreram afogados junto com o restante do mundo. E se você leva violência à fé das crianças, Deus está preparado para lhe afogar no mais profundo dos mares! Eis a Sua maneira de expressar Sua ira contra todos os que lançam pedras de tropeço para destruir a fé dos jovens.
      Ao falarmos a respeito da violência nas escolas, pensamos em revólveres, facas, brigas, quadrilhas. Porém uma violência muito maior está acontecendo em nossas salas de aula: os professores constituem agora uma das forças mais violentas no mundo! Eles roubam a fé que as crianças têm em Deus, a respeito da história da Criação, dos evangelhos, das conclusões, dos absolutos. Isto é violência aos olhos de Deus!
Não é de se admirar que os meninos agora matem sem remorsos. Eles matam por um par de tênis; matam os seus pais! Por quê? Eles foram violentados, roubados de tudo que foi programado para os guiar! Suas bússolas morais foram esmagadas em classe!
Com muita freqüência, o maior perigo de violência para uma criança está dentro do lar, perpetrada pelos seus próprios pais! Há uma onda gigantesca de incestos, de abuso sexual de crianças, de lares destruídos. Crianças têm sido negligenciadas, abandonadas, feridas, emasculadas.
Mas Deus está interessado em uma forma ainda mais insidiosa de violência contra as crianças. A violência real, a real pedra de tropeço, é aquele pai que negligenciou o chamado de Deus! Ele jura, amaldiçoa, toma o nome de Deus em vão. Ele maltrata a sua esposa, bebe, farreia, e promove um exemplo demoníaco para os seus filhos! Isso não se trata unicamente de abuso contra os seus filhos, mas de violência contra eles!
Talvez você diga, "Eu não bato em mulheres! Nunca levantei um dedo contra meus filhos. Não sou uma pessoa violenta!". Mas a sua total negligência em relação a Deus, a sua negligência quanto à Sua igreja, a ausência de assistência espiritual da sua parte para com a sua família, constitui perversa violência!
Vejo mulheres que se assentam por aí fumando, bebendo, contando histórias sujas, e depois ficam tentando fazer um sermão para seus meninos a respeito das drogas! Mães devem criar os seus filhos no temor e no amor de Deus. Mas um número excessivo de mulheres hoje são estranhas para Deus. Elas estão espiritualmente mortas, e são nada mais que guardas de crianças destinadas ao inferno! A respeito deste tipo de pais, Deus diz: "Melhor seria para estas crianças que estes pais fossem afogados no mar!".
     Ninguém veio para a igreja de Noé. Mas pelo menos Deus sabia onde as pessoas estavam: elas estavam endurecidas como rochas! Contudo, o Senhor nos diz hoje: “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele”. (Provérbios 22: 6).
    Considere os dias de hoje: milhões estão confessando Jesus como Senhor, em nosso país e em todo o mundo. Está quase ficando na moda dizer: "Sou um crente nascido de novo!" Contudo, o que disse Jesus a respeito desta última geração? "Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:23).
    Toda a geração de Noé rejeitou a sua pregação. A respeito deles Deus disse: "Os seus corações são duros, as suas mentes são corrompidas." Mas olhe para a nossa geração: milhões estão dizendo, "Senhor, Senhor!" e apresentam uma forma de piedade, no entanto eles não possuem poder em suas vidas! Não têm força moral e nem poder para o evangelho. E levarão um choque no Julgamento, quando Jesus lhes disser: "Nunca os conheci!". Esta mensagem não trata do aumento do crime na cidade. Não fala a respeito de você beber ou não, de fumar, de usar drogas ou de brigar ou não com o seu vizinho. Não se trata de assassinato, de estupro, incesto ou de outra espécie de depravação externa. Antes, trata da violência contra a verdade! Fala da violência que há no coração das pessoas contra Jesus Cristo e a Sua cruz!
     Porém, há outro tipo diferente de violência que tem lugar neste tempo do fim. Na verdade, eu vejo um povo piedoso sendo levantado com uma fé violenta! Tais pessoas são um remanescente santo, estão plenos de Jesus, e O amam de todo coração. E estes crentes vêem um diabo enfurecido atacando-os com tudo que ele tem em seu poder. Eles sabem que devem enfrentar o inferno mais do que qualquer outra geração!
Jesus disse: "... até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele" (Mateus 11: 12).
     Este remanescente se levantará com violência santa e dirá: "Não permitirei que o diabo roube a minha alegria e a minha paz! Não vou permitir que ele plante sementes de rancor, de assassinato, ódio ou violência em mim. Não: levantar-me-ei no poder de Jesus, e viverei em vitória acima desta imundície demoníaca!".
    Deus deseja que você se coloque em luta! Se você tem sido culpado de qualquer uma destas formas de violência, arrependa-se rapidamente diante do Senhor e obedeça à Sua Palavra. Isto é tudo que Ele pede. "Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as cousas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo" (2 Pedro 1:3- 4).
Deus vem até nós em nossa condição de ilusão e de prisão, com Suas poderosas promessas de plena e completa libertação. Diz: "Comprometo-me a libertá-lo e guardá-lo da iniqüidade. Então aceite que minhas promessas se apoderem de você!"
    Que verdade maravilhosa e libertadora! Somos levados para fora de nossos pecados ao nos apoderarmos das promessas de Deus. Pense nisto por um instante. Pedro afirma aos crentes aos quais se dirige nesta epístola, que a ação de Deus está: "... livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo" (1 Pedro 1: 4). Como estes cristãos escaparam da violência do pecado? Eles receberam poder divino, vida e devoção, através de sua fé nas promessas de Deus! Que Jesus Cristo possa colocar sobre você um zelo santo e uma fé além do que você alguma vez tenha conhecido. Ele quer que você esteja capacitado para ter uma posição firme contra os esquemas perversos de Satanás!
     O único espírito de violência que vamos possuir será uma fé violenta. Será uma violência forte e santa que ataca com força plena as portas do inferno e os baluartes do inimigo. “Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória”(Judas 24). Pastor Elias Fortes



Nenhum comentário:

Postar um comentário