LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

O PECADO QUE MAIS ATRAI A IRA DE DEUS

Por que há tanta confusão, medo e infelicidade em muitas casas e vidas cristãs? Por que milhares de crentes não têm o desejo de caminhar com Deus nem de ficar com Ele a portas fechadas? Crentes que não oram a respeito de nada, o que fazem é tentar resolver as coisas por si. Muitos não se firmam na Palavra de Deus; firmam- se em seus “direitos”, reivindicações, determinismo e materialismos.
     A fé é antes de tudo crença; a crença de que Cristo era quem Ele disse ser. Ele prometeu: “Se o Filho libertar, verdadeiramente sereis livres” João 8: 36)...
E porque há tantos crentes que são levados cativos pela concupiscência deste mundo? Porque o numero dos desviados esta aumentando a cada dia? A resposta esta na Palavra de Deus. Jesus alertou dizendo: “Digo- vos que, depressa, lhes fará justiça. Quando, porém, vier o Filho do Homem, porventura, achará fé na terra”. (Lucas 18: 8 grifo meu).
      Diante desse evangelho cintilante da moda e desse cristianismo das celebridades, será que temos a noção do que realmente é fé? Enquanto a maioria dos lideres espirituais usam a fé com uma varinha mágica de fazer milagres, curas e prosperidade para angariar multidões; Cristo alerta que nos últimos dias haveria igrejas fracas e crentes desanimados, embora com um número considerável de animadores de auditório, e “cultos circenses”, milhares de crentes estão agonizando em sua frágil fé, pois, tiveram a sua confiança em Deus roubada. A maior parcela dos desviados está dentro das igrejas. Paulo alertou o jovem Timóteo dizendo: “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios”. (1 Timóteo 4: 1.grifo meu).
     O homem é justificado somente pela fé, independentemente de obras; mas a fé que justifica nunca vem só, pois a fé sem as obras é morta. A fé nos justifica diante de Deus, e as obras nos justificam diante dos homens. Sobre a fé o escritor dos Hebreus escreveu: “Ora, a fé é a certeza das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem”. (Hebreus 11: 1).  O que estamos presenciando  em nossos dias não tem nada haver com a fé. E sim uma liderança corrompida ensinando a “tocar no manto encantado”, a beber a “água ungida”, a passar o “suor mágico” e a tocar no “altar da prosperidade”. Vemos um Evangelho “diluído”, mas, a Bíblia trás advertências sérias sobre a falta de fé! “Ora, estas coisas aconteceram como exemplos, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram”. (1 Coríntios 10: 6).
     No Antigo Testamento há uma severa advertência, sobre a incredulidade. Essas advertências estão sendo ignoradas nos púlpitos do nosso país. Há um numero cada vez maior de pregadores que estão pregando simpatia, desculpando o pecado e consolando os injustos. Terrivelmente, estamos seguindo as mesma pegadas de Israel, quando andava pelo deserto!
      “Então contendeu o povo com Moisés, e disse: Dá- nos água para beber. Respondeu- lhes Moisés: Porque contendeis comigo? Por que tentais ao Senhor?”. (Êxodo 17: 2).
      Lembre- se! Faraó representa o Diabo, o Egito significa o mundo, Israel representa o povo de Deus e Moisés à liderança não corrompida. Note que através da leitura bíblica acima, o povo de Israel tratou o ungido de Deus como se ele fosse seu operador particular de milagres. Mudou- se os personagens, mas, o roteiro é o mesmo. Curas e milagres fazem parte do evangelho, mas não é o Evangelho, há muitas pessoas na igreja que foram curadas e abençoadas, porém, continuam na incredulidade e afastadas de Deus. Mas como isso é possível? “Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo”. (Hebreus 3: 12).
     A incredulidade nos afasta de Deus. É um pecado que deixa Deus irritado e o provoca profundamente. “E chamou o nome daquele lugar Massá e Meribá, por causa da contenda dos filhos de Israel, e porque tentaram ao Senhor, dizendo: Esta o Senhor, no meio de nós, ou não”. (Êxodo 17: 7). Massá significa provocação. As igrejas estão lotadas, uma “massa de pessoas”, em busca de bênçãos, milagres e proteção, mas quando são provadas pelos sofrimentos, rapidamente se afastam de Deus. “Tendo ai o povo sede de água, murmurou contra Moisés, e disse: Por que nos fizestes subir do Egito, para nos matares de sede, a nós e a nossos filhos, e a nosso gado?”. (Êxodo 17: 3).
     Note! Que, o povo de Israel acusou Deus de te- lós abandonado na hora do sofrimento. É exatamente o que esta acontecendo em nossos dias. Esta é a causa que tem levado a muitos a abandonarem a Deus. “Os que são sobre pedra são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas como não têm raiz, apenas creem por algum tempo, e na hora da provação se desviam”. (Lucas 8: 13).
     Jesus nunca prometeu um evangelho indolor, Ele mesmo nos alertou: “Disse- vos estas coisas para que em mim tenhais paz. No mundo tereis aflições. Mas tende bom ânimo! Eu venci o mundo”. (João 16: 33).
     Há uma vasta multidão que creem por algum tempo, depois voltam para a incredulidade. Tudo por que não sabem lidar com as aflições deste mundo. “Para de sofrer, não sofra mais!”. Acaso somos melhores que os nossos irmãos da igreja primitiva? Em que parte essa “mensagem” se enquadra em Hebreus capitulo 11?
     O que levou o povo de Israel a exigir, determinar e há murmurar a ponto de da ira de Deus se voltar contra eles? Observe que não foi à falta de água, ou de comida que acendeu a sua ira: “Mas Deus se afastou, e os abandonou a que servissem aos corpos celestes, como está escrito no livro dos profetas: Oferecestes- me vós vitimas e sacrifícios no deserto por quarenta anos, ó casa de Israel? Antes tomastes o tabernáculo de Moloque e a estrela do vosso deus Renfã, figuras que vós fizestes para adorar. Transportar- vos- ei, pois para além da Babilônia”. (Atos 7: 41- 42).
      Essas pessoas aprenderam a determinar, a exigir, eles pedem a ajuda e a proteção de Deus, mas, jamais abandonaram os seus ídolos secretos.  
     Uns irmãos de nossa igreja voltavam para casa depois do culto, tristes, cabisbaixos por ouvirem essa mensagem, no caminho encontram outro grupo de irmão de outra igreja rindo, e dizendo “como eu dou gargalhadas com o meu pastor, amo abraçar ele e elogia- lo”. Falar sobre os ídolos secretos não é motivo de alegria, mas de tristeza. Quando você obedece a Deus, não se preocupa com que alguém vá falar ou pensar. Você apenas obedece ao Senhor. Pois, a incredulidade acende a ira de Deus. “E quando o Senhor vos enviou desde Cades- Barnéia, dizendo: Subi, e possui a terra que vos dei, fostes rebeldes ao mandado do Senhor vosso Deus, e não o crestes, e não obedecestes à sua voz. Fostes rebeldes contra o Senhor desde o dia em que vos conheci”. (Deuteronômio 9: 23- 24).
      O povo de Israel viu o mar vermelho se abrir, testemunhou o exército de Faraó sendo exterminado; as águas amargas tornarem- se doces. Foram alimentados com o maná do céu (Pão dos anjos), e mesmo assim jamais abandonar os seus ídolos, eles saíram do Egito com os seus ídolos escondido. Não é exatamente o que esta acontecendo em nossos dias?). Você acha que Deus não vê essas coisas ocultas do seu povo? “Não vos façais idólatras, como alguns deles; como está escrito: O povo assentou- se a comer e beber, e levantou- se para folgar. Não nos prostituamos, como alguns deles fizeram, e caíram num só dia vinte e três mil. Não tentemos o Senhor, como alguns deles também tentaram, e foram mortos pelas serpentes.. E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo anjo destruidor. Tudo isto lhes aconteceu como exemplos, e estas coisas estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos.”. (1 Coríntios 10: 7- 11
      E o que aconteceu com o povo de Israel? Foram dizimados por estarem escondendo seus ídolos? Não! Mesmo com toda a sua idolatria Deus os abençoou COM SOMBRA E ÁGUA FRESCA. Note o perigo! Esse povo desfrutou da proteção sob a nuvem do dia, e sob a coluna de fogo à noite. Não é a mesma proteção que o povo de Deus tem desfrutado? Mas estão levando os mandamentos de Deus a sério? O problema é que a incredulidade nos arrasta para o domínio de Satanás. O pecado faz nos esconder do Monte santo do Senhor. Embora desfrutem da proteção de Deus, a incredulidade os impede de entrar em Canaã. (Canaã representa um lugar de repouso, paz, frutos, segurança, plenitude, satisfação, adoração e louvor). Esse lugar é reservado para aqueles que combatem o bom combate, não para aqueles que só buscam a Sua proteção. “Mas Deus não se agradou da maior parte deles, razão por que seus corpos foram espalhados pelo deserto”. (1 Coríntios 10: 5).
     O povo de Israel não pode entrar na terra prometida por causa da falta de fé. Não foi por causa do adultério, embora aquela fosse uma geração adultera, não foi o divórcio, embora Moisés permitisse o divórcio por causa da dureza do coração. Israel ficou de fora de Canaã por causa da sua INCREDULIDADE. “Assim jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso. E vemos que não puderam entrar por causa da incredulidade”. (Hebreus 3: 11, 19).
     Amados! Não basta desfrutar da proteção de Deus, precisamos entra em seu repouso. Expulsar os gigantes da incredulidade e desfrutar da nossa Canaã espiritual. Quando você entra no descanso do Senhor, não liga para os falatórios, as difamações, as calunias e as criticas. Pois, seremos julgados pelo o que o Senhor pensa e não pelo que os outros dizem de nós. Sei que posso me colocar diante do trono do julgamento divino e descansar no Senhor. “Visto restar que alguns entrem nele, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as boas- novas não entraram por causa da desobediência”. (Hebreus 4: 6).
       PREGADOR! Vá para o deserto, exatamente como Moisés, Elias e Paulo. Busque o Senhor. Largue tudo e ouça sua voz. Vá por sua própria vontade, ou o Senhor irá preparar um deserto em que você será forçado a buscá- lo de joelhos. Pois, Só assim nós podemos entrar no repouso do Senhor. Pastor Elias Fortes.

       

Um comentário:

  1. Glória a Deus. Ainda bem que Deus levanta pastores como você para ensinar essas verdade. A incredulidade tem aumentado cada vês mais nos dias de hoje e a crença em deuses estranhos na mesmo proporção.

    www.creionoevangelho.com

    ResponderExcluir