LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

A LISTA


Quanta dor! Essa frase torna- se constante em nossos dias. Vivemos em dor. Muitos não conseguem dormir direito, descansar direito. O mundo esta se transformando em um grande espinheiro, machucando muita gente. Brigas no transito, pai contra filho e filho contra pai, vizinhos que não se entendem, enquanto isso, Igrejas que deveriam ser agência de Deus na terra, tornaram- se, muitas delas em escambo e esconderijo de ladrões, com pessoas amarguradas e ambiciosas em busca do poder dos homens.
       Nossa congregação fica perto de outra denominação, temos presenciado os olhares de reprovação, não há saudação, é como se fossemos inimigos daqueles irmãos. “Senhor por que esta acontecendo isso?” A realidade é que milhares de vidas deixaram de olhar para a cruz de Cristo.  Será que Deus quer que vivamos desse jeito? De jeito nenhum. Escute essa promessa:

“E este será o meu concerto com eles, quando eu tirar os seus pecados” (Romanos 11: 27).

      Deus faz mais dos que perdoar nossos erros; Ele os remove! Nós simplesmente temos que levá- los até Ele. “meus pecados são terríveis!”, Jesus quer remove- los cada um deles de sua vida. E se eu não quiser levar os meus pecados até Ele? Quais são as conseqüências? Você conhece a história do homem que foi mordido por um cachorro? Quando ele descobriu que se tratava de um cão raivoso, começou a fazer uma lista. O médico lhe disse que não havia necessidade de fazer um testamento, pois aquela doença tinha cura.
    - Oh, não estou fazendo um testamento – disse. – Estou fazendo uma lista de todas as pessoas que eu quero morder.
       Será que todos nós poderíamos fazer uma lista como essa?  Temos o mal habito de contra atacar! De morder de volta! Mantemos uma lista e rosnamos para pessoas de quem não gostamos. Deus quer sua lista. Ele inspirou um servo para escrever que o amor não mantém um registro de erros.

“Não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal” (1 Corintios 13: 5).

       Não é algo fácil de fazer, não é mesmo? “Olhe o que fizeram comigo!”, desafiamos apontamos para nossos machucados, feridas feitas por espinhos de palavras, gestos e olhares. Mas Jesus continua nos dizendo: “Olhe o que eu fiz por você!”. Ele lembra e aponta para cruz. Paulo disse isso do seguinte modo:

“... se algum tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também” (Colossenses 3: 13).

      Você e eu recebemos a ordem!  Não um pedido, uma ordem, de não manter uma lista de erros.  Você quer manter esta lista? Você quer catalogar todas as mágoas? Você realmente quer grunhir e resmungar durante toda a sua vida...? Deus também não quer que você faça isso. Ele quer que você abandone seus pecados antes que eles o infectem que abandone sua raiva e sua amargura antes que elas o desfigurem e o mutilem. E Ele lhes deu um lugar para fazer isso. A cruz.
      Jesus quer a sua lista, não apenas os erros que já cometemos. Ele quer aqueles que temos cometidos! Você está cometendo algum? Você esta traindo alguém? Você esta desobedecendo alguém ou está ressentido com alguém? Você está com raiva?

“Pastor! Acho que nunca vou perdoar o que ele me fez”. Lamenta uma senhora. Você está preocupado ou com medo com relação a algo que fez, ou esta pensando ou fazendo? O primeiro passo depois de uma queda deve ser em direção à cruz.

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1: 9).

A magoa envenena a alma, é como um fuzil, da coice em quem esta atrás e mata quem esta na frente. Não se prive da graça, por causa desta lista de ressentimentos e magoas:

“Tende cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem”.  (Hebreus 12: 15).

      Sabe! Existe alguém esperando na cruz para levar de você essas coisas:

“Havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, tirou- o do meio de nós, cravando- o na cruz” (Colessenses 2: 14).

                Que Jesus te abençõe ricamente!        Pastor Elias Fortes

Um comentário:

  1. Excelente texto. Que Deus continue te abençõando ricamente.

    Haline

    ResponderExcluir